A partir do ano que vem, serviço oferecido por Net, Vivo e Oi não será mais por velocidade, mas por volume de dados